Você lendo uma publicação em 2021/1 - Cavaleiros da Simulação. Clique para mais publicações...


<< Anterior
Sinopse do jogo Cavaleiros da Simulação
Próximo >>
Carta do Mestre da Simulação




Parte 1 – Entendendo seu lugar no mundo: A Introdução

Enredo

Nossos jovens aventureiros acabam de chegar à terra do Reino Systems Simulation do Universo de Classcraft.com. Muitas dúvidas pairam no ar. Logo que chegam a essa terra desconhecida, os jovens se deparam com um ser intrigante. O nome dele é Mestre da Simulação. Muitos questionamentos surgem perante o Mestre. Mas, enigmático, o Mestre da Simulação lhe oferecem duas opções:

OPÇÃO 1: Seguir pelo caminho de perigos desconhecidos na esperança de encontrar as respostas.

OPÇÃO 2: Ficar parado e somente pensando esperando que as respostas cheguem até suas mentes.

Se escolheste a opção 2, não tens muito que fazer senão desistir. Preso nessa terra ficará. Mas se escolheste a opção 1, um caminho de sucesso lhe espera. Mas quais são os passos?

A autonomia é importante para encontrar seu lugar nesse mundo. Mas antes de tudo é importante entender, compreender e interpretar. Até chegar ao ponto de melhorar e construir.

Metas da disciplina

Como primeiro passo, é necessário desvendar o primeiro desafio que consiste em “entender o seu lugar no mundo: A introdução”. Nessa etapa, os jovens irão entender conceitos básicos de simulação e a metodologia envolta do método de simulação de eventos discretos.

No segundo passo, os jovens vão “aprendendo a utilizar modelos: calibração, análise e interpretação”. Depois de conhecer o seu lugar no mundo, é importante saber utilizar os recursos a sua volta para melhor proveito sob o desconhecido. Saber executar, calibrar, analisar e interpretar resultados de simulação pode ser uma peça importante a manipular logo nos primeiros passos desse mundo.

Na terceiro passo, estaremos “melhorando modelos: analisar dados, revisar conceitual e implementar melhorias computacionalmente”. Com isso aproveitaremos melhor os recursos na nossa tomada de decisão no enfrentamento dos desafios.

No quarto passo, uma vez que mexemos no nosso modelo, precisamos verificar novamente se o mesmo pode ser aplicado no mundo que estamos, “testando novo modelo: verificação e validação de modelos computacionais”.

No quinto passo, já adquirimos conhecimentos suficientes para criar nossos próprios modelos e conseguir enfrentar os desafios de forma mais efetiva, “construindo um novo modelo do zero: dados, conceitual e implementar melhorias e análise de resultados”. E, quem sabe, achar o caminho de volta pra casa!

Em equipes

O Mestre da Simulação, para melhor instruir os jovens em sua jornada nesse mundo, organizou-os em equipes. As equipes devem ter, preferencialmente, pelo menos um mago, um guerreiro e um curandeiro. Cada um com sua importância, suas funções e seus poderes específicos.

Os Guerreiros podem usar seus poderes de proteção para minimizar a perda de HP seu e da equipe. Possui grande HP, mas não dispõe de muito AP.

Os Curandeiros podem usar seus poderes de cura para restaurar o HP dos colegas de equipe quando ficar perigosamente baixo. Também protegem contra os efeitos da queda em batalha.

Os magos tem poderes especiais para recuperar AP da equipe. Possui maior fonte de AP e pouco HP.

Uma vez nas equipes é importante saber que seus pontos de vida (Health Points – HP) são muitos importantes de serem preservados. Para conseguires novos poderes e se manterem em pé é importante adquirir bastante experiência (Experience Points – XP) e também ter sempre mana para utilizar seus poderes (Actions Points – AP). Consegues XP fazendo boas ações, sempre disciplinado, realizando as quests, etc. Poderás perder HP se não cumprires com suas obrigações, faltares o respeito ou tropeçares pelo caminho. O HP não se regenera sozinho e precisa de poder para se reestabelecer. O AP pode ser obtido no dia-a-dia, com paciência, ou mais rapidamente com utilização de poder. Use-o com sabedoria!

(Manual do jogo)

Entender o seu lugar no mundo: A introdução

Eles ainda não sabem, mas é do majestoso Simulador Anylogic® e das teorias de cinco cabeças, Tiamat, que eles deverão dar conta. Mas o mundo ainda não está ameaçado. Com disciplina e comprometimento não há o que temer.

Mas como primeiro passo, vamos entender o seu lugar nesse mundo do Reino Systems Simulation?

Então, baixe o material abaixo e leia-o com muita atenção.

Importante utilizar, inicialmente, o livro da disciplina: Chwif & Medina. Modelagem e Simulação de Eventos Discretos: Teoria & Aplicações, 4ª edição revista e ampliada. Editora Elsevier.

Material para estudos

Simulacao-I-Parte-1

Sobre o autores

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre (2017). Mestre em Engenharia de Sistemas Logísticos pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - Poli-USP (2011). Bacharel em Engenharia de Produção pela Faculdades Integradas Espírito-santense - FAESA (2008). Autor de capítulos de livros e artigos em eventos e periódicos nacionais e internacionais. Pesquisador Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gestão - NEPGEST. Pesquisador Líder do Grupo de Estudo em Manufatura Digital - GEM@D. Editor da RINTERPAP - Revista Interdisciplinar de Pesquisas Aplicadas (ISSN: 2675-6552). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - IFES, desde 2013. Professor colaborador no Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública da UFES e docente da pós-graduação em Engenharia de Produção com Ênfase em Tecnologias da Decisão. Tem foco em pesquisas no campo das Interdisciplinaridades, da Gestão Pública, bem como no campo da Pesquisa Operacional e tecnologias educacionais em diversas áreas: otimização linear, metas-heurísticas, simulação computacional, jogos sérios digitais e gamificação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

<< Anterior
Sinopse do jogo Cavaleiros da Simulação
Próximo >>
Carta do Mestre da Simulação